A origem dos Deuses

Você já viu aquele filme da Disney “Hércules”? Produzido em 1997, se ainda não viu, tem que ver . Esse filme sempre foi um dos meus preferidos, e me deu o que na altura achava ,o conhecimento sobre a mitologia grega toda ( não podia estar mais enganada ). Vou explicar e sem rodeios , mas antes de você ler o post, esqueça tudo que você pensa que sabe sobre a mitologia baseado no filme (É TUDO MENTIRA)!

Este filme è muito diferente da versão original mas não deixa de ser um dos meus preferidos.

Comecemos

No princípio, antes de tudo isso que conhecemos hoje existisse ,existia somente uma divindade chamada Caos (Deus do vazio) , ele era o tudo e o nada, ele representava a desordem inicial do mundo.

Caos , Deus do vazio

Caos porém, sentindo-se sozinho, decidiu criar Gaia ( a deusa da terra ou simplesmente, “mãe terra”). Para entender melhor, veja Gaia como a personificação da terra que hoje conhecemos.

Gaia, a personificação do planeta terra

Caos após descobrir suas novas capacidades , decidiu criar de forma espontânea Tártaro , que seria a personificação do mundo inferior ou o Deus do submundo.

Tártaro a personificação do submundo

Caos ,que naquele tempo estava se divertindo gerando tudo isso, não se limitou a uma só criação de cada vez ,foi então que ele decidiu gerar um par de gêmeos: ” Erebus , personificação da profunda escuridão ou vácuos nas regiões do espaço acima dos mantos noturnos de sua irmã Nix (deusa da noite ), a personificação da noite .

Erebus, a personificação da escuridão
Nix, a deusa da noite

Nix por si só, gerou doze filhos ,na qual os mais relevantes de se mencionar , são os gêmeos Hipnos (Deus do sono ou a personificação da sonolência) e Tanâto ( a personificação da morte) e Éris ( a Deusa da discórdia). Nix não satisfeita com os doze filhos que tinha ,uniu-se ao seu irmão Erebus ou Érebo e juntos tiveram dois filhos, Éter e Hemera que como todos antes mencionados , eram deuses primordiais.

Hipnos o Deus do sono
Tânato a personificação da morte
Éris a deusa da discordia

Gaia gerou espontaneamente (sem fertilização) três filhos: Urano (divindade que representa o céu), Óreas (o Deus das montanhas), Pontus (o Deus do mar).

Urano (o Deus do céu)
Óreas (o Deus das montanhas)
Pontus (Deus do mar)

Foi então que ela decidiu parar de gerar espontâneamente, e decidiu se unir a Urano, sim foi isso mesmo que você percebeu , ela fez de seu filho Urano ,seu marido e dessa relação surgiram os 12 titãs nomeadamente: Teia( visão), Febe (Lua), Mnemosine( memória), Themis (justiça), Tétis (água fresca), Réia (maternidade), Crios (constelações), Iapeto (mortalidade), Oceanus (oceanos), Ceos (conhecimento), Hipérion (Luz), Cronos (Tempo). Por isso que Gaia também é chamada de Titeia: a mãe dos Titãs.

Gaia e uranos

São vários os filhos de Gaia, e o número costuma variar de acordo com a versão da genealogia dos deuses. Da sua união com Pontus, nasceram Nereu, Fórcis, Taumas, Ceto e Eríbia – todas elas divindades marinhas.

Com Tártaro, deus do Mundo Inferior, teve Tífon ou Tufão, gigante que, segundo a crença, era responsável pelos ventos.

Tufão (deus do vento)

É de se lembrar que, Urano odiava todos os seus filhos de tal maneira que logo que nasciam, devolvia-os ao ventre materno pois temia ser destronado por um deles e foi o que aconteceu aos 12 Titãs, estes foram devolvidos ao ventre de sua mãe.

Urano ainda não era aquele céu imenso que conhecemos hoje, ele vivia colado a Gaia, e tinha como sua única actividade fazer amor com Gaia e como consequência vieram mais filhos , só que dessa vez bem diferentes dos anteriores , em vez de gerar deuses começaram a nascer os famosos “monstros” , três ciclopes (gigantes imortais com um só olho) chamados  Arges (o raio), Brontes( aquele que trovoa) e Ésteropes( o relâmpago), que ao nascerem por causa de seus grandes poderes e inteligência ,seu pai Urano ( o Deus dos céus) trancou-os no interior da terra .

Ciclopes

E três Hecatônquiros ou centimanos nomeadamente , Briareu também chamado Aigaion (o vigoroso), coto (o furioso) e Giges (o de grandes membros), estes eram gigantes de cem braços e cinquenta cabeças, Logo após seu nascimento, Urano, horrorizado com a natureza monstruosa dos seres que havia gerado, escondeu-os nas profundezas do Tártaro (submundo).

Centimanos

Vale lembrar que o submundo é dentro de Gaia no tártaro, Gaia começou a sentir-se encolorezida, não sei se é por ter criaturas presas dentro dela ou era um sentimento de uma mãe que queria ver seus filhos livres independente de qual seja a resposta, Gaia queria libertar os “seus monstrinhos ” e por isso com a ajuda de Nix, ela juntou o metal mais resistente que ela encontrou no seu interior e criou uma arma muito afiada, como os deuses são imortais, a arma serviria para ferir uranos e não o matar. Gaia encorajou os filhos a se revoltarem contra o terrível pai que impede a emancipação, pois dessa forma poderiam todos os seus filhos ganhar liberdade, crescer e viriam a luz, tanto no sentido próprio como no figurado.

O submundo

Nenhum dos filhos se atreveu a enfrentar o pai , se não Cronos , o mais novo e o mais rebelde de todos os Titãs .

Empunhando a foice de ferro, Cronos espera o pai, escondido , para que este não possa sentir a sua presença. Urano como de hábito , envolve Gaia e a penetra. Cronos aproveita para pegar, com a mão esquerda o sexo do pai e o decepa com um golpe seco. Ainda com a mão esquerda, ele lança por cima do ombro o infeliz órgão ainda todo ensanguentado.

Cronos castrando o pai

Cronos então, tomou o lugar de seu pai como rei dos titãs , este libertou seus irmãos titãs mas deixou os “monstros” trancados no submundo. E foi aí que Gaia percebeu que Cronos, não atacou Urano para salvar seus irmãos, mas sim para tomar o lugar dele e foi o que aconteceu , este tornou-se ainda mais déspota quanto ao pai.

Foi então que Gaia ,profetizou que Cronos tal como Urano, seria destronado por um dos seus filhos. Cronos então tomou Réia(deusa da maternidade) como sua rainha e assim começou o reinado de cronos que foi bem mais longo que o de seu pai.

Temendo a profecia de Gaia ,segundo a qual seria tirado do poder por um de seus filhos, para não repetir o erro de seu pai, ele passa a engolir os seus filhos ao nascerem.

Réia e um de seus filhos

Réia com toda aquela situação sentia-se muito triste, sendo ela a Deusa da maternidade e estando casada com um homem que engole seus filhos , neste caso cinco dos seus filhos Deméter( deusa da agricultura), Héstia(deusa do lar), Poseidon, Hades, Hera(deusa do matrimonio ) estavam na barriga de Cronos quando essa decidiu virar-se contra o seu esposo.

Réia entregando uma pedra a cronos

Quando Réia estava grávida de seu sexto filho Zeus, Réia fugiu para a ilha de Creta e lá, secretamente, no monte Dicta, deu à luz o caçula. Envolvendo em panos de linho uma pedra, deu-a ao marido, como se fosse a criança, e o deus, de imediato, a engoliu.

Curioso para saber o que acontece depois? Se inscreva e deixe um like.

PS: as imagens são fotografias que encontrei na internet e achei que pudessem ajudar a entender ou a visualizar melhor tudo o que se passou.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s